Devoção ao Sagrado Coração de Jesus reúne milhares de fiéis na Romaria em nosso Santuário

setembro 17, 2018 No Comments

Cerca de três mil devotos de quase 80 paróquias do estado de São Paulo e estados vizinhos participaram, neste domingo, 16/09, da 34ª edição da Romaria Interdiocesana do Apostolado da Oração, evento que acontece em nosso Santuário desde 1939.

O Apostolado da Oração é um movimento religioso composto por leigos católicos, com especial devoção ao Sagrado Coração de Jesus e sentido de doação a Deus, pelo conhecimento da palavra, pela oração, pelo oferecimento diário e pela fidelidade à igreja. Por ser o padroeiro do Santuário e do município, o evento conta com uma história já solidificada e mantida pela paróquia e comunidade.

A programação da Romaria contou com caminhada, reflexões, missa, momentos de animação e louvor, bênção do Santíssimo e celebração do envio. Desde as primeiras horas da manhã, os romeiros visitaram o Santuário e puderam conhecer as 12 Promessas do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria Alacoque.Doze equipes foram distribuídas em 12 capelas no interior da igreja para explicar o teor de cada uma delas. Uma relíquia de Santa Margarida também ficou exposta para visitação no altar especialmente montado para a missa em frente ao Santuário.

A Santa Missa foi celebrada pelo Bispo Diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, concelebrada pelos padres Marcos Ortega (pároco e reitor do Santuário de Vera Cruz), Luiz Eduardo Cardoso de Sá, Pe Otávio e Monsenhor Nivaldo Resstel, e acompanhada por vários seminaristas. O ministério de música ficou a cargo do Coral da Comunidade Recado, de Tatuí, que propaga a devoção ao Sagrado Coração.

Além de apresentar as vivências e testemunhos de duas fiéis visitantes que falaram sobre o poder da Fé, Dom Luiz exaltou e agradeceu o trabalho realizado por religiosas e religiosos e convidou os devotos à reflexão sobre a 10ª Promessa do Sagrado Coração de Jesus: “Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos”. Ele fez um paralelo com situações vividas no dia a dia de cada um e falou sobre o exemplo deixado por Jesus para que todos tenham o coração aberto à verdade, ao perdão, ao amor e à justiça.

O Bispo falou também sobre o chamado da Igreja para que todos sejam “sal da terra e luz”, sabendo ouvir, tendo tempo para si e para o próximo, e buscando a verdade para a construção de uma vida baseada no amor de Deus. Finalizando, fez uma citação do Papa Francisco, quando disse que a palavra de Deus faz um caminho dentro de nós, a escutamos com os ouvidos, passa pelo coração, não permanece nos ouvidos, deve ir ao coração e do coração passa às mãos, às boas obras. “Este é o percurso que faz a Palavra de Deus: dos ouvidos ao coração e às mãos”, lembrando o Santo Papa.

As Romarias tiveram início em 28 de outubro de 1939, sendo a primeira concentração religiosa, junto com a inauguração provisória do Santuário. A obra não estava concluída, mas isso não foi impedimento para os devotos vindos de várias cidades, entre elas Araçatuba, Bauru, Tupã, entre outras, por todos os meios de locomoção possíveis (caminhões, jardineiras, carroças, trens e outros). Naquela época, a Cia Paulista de Estrada de Ferro, previamente informada e solicitada, acrescentou vários vagões de passageiros às composições ordinárias e organizou mais dois trens especiais, um com 10 carros de Bauru, e outro com 16 carros de Marília para a Festa de inauguração do Santuário.

“A hospitalidade, o esplendor das solenidades programadas, e o clima emocional que se viveu naquela tarde em Vera Cruz criaram condições para o deslumbramento que foi a 2ª Romaria, realizada no ano seguinte, também no mês de outubro, na Festa do Cristo Rei, com a presença de 8.000 romeiros,” disse Monsenhor Florentino Santamaria, o Reitor do Santuário à época.

A 3ª Romaria foi organizada pelos Apostolados da Oração da Diocese no mês de junho de 1941, por ocasião da Festa Litúrgica do Sagrado Coração de Jesus. Nessa época, com a participação do Brasil na 2ª Guerra Mundial, o clima de guerra dominando o país durante e no pós-guerra, foi aconselhável a suspensão dessas grandes concentrações religiosas. As romarias foram retomadas somente em 1984, com o incentivo do Cônego Antônio Flumian, juntamente com o Monsenhor Santamaria, e não pararam mais. Todos os anos, no 3º domingo de setembro acontece a Romaria Interdiocesana do Apostolado da Oração, que ano após ano, solidifica o amor pelo Sagrado Coração de Jesus.

Abaixo, confira algumas fotos, em breve mais serão acrescentadas em nossa página no facebook.

Fotos: Pastoral da Comunicação – Santuário Sagrado Coração de Jesus 

Destaque, Fotos

Comente!